Comissão é criada para conduzir leilão de trechos do Rodoanel

Depois de publicado o edital, previsto para abril, governo dará às empresas 60 dias para a entrega das propostas

Michelly Chaves Teixeira, da Agência Estado,

25 de março de 2010 | 17h16

Acaba de ser constituída a Comissão de Licitação que ficará a cargo do leilão dos trechos Sul e Leste do Rodoanel Mário Covas. A informação foi publicada hoje, no Diário Oficial do Estado, pelo Conselho Diretor do Programa Estadual de Desestatização (CDPED). A Comissão de Licitação terá a coordenação da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

 

Será composta pelos seguintes representantes: Theodoro de Almeida Pupo Júnior (que fala em nome da Artesp), Silvia Regina Alessio (Casa Civil), Isamu Otake (Secretaria de Economia e Planejamento), Tomás Bruginski de Paula (Secretaria da Fazenda), Milton Xavier (Secretaria dos Transportes) e Delson José Amador (Dersa).

 

Ontem, o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) aprovou o Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental no Meio Ambiente (Eia-Rima) para a construção do trecho Leste do Rodoanel.

 

Neste mês, em entrevista exclusiva à Agência Estado, o secretário de Transportes do Estado de São Paulo, Mauro Arce, informou que, uma vez expedido o aval ambiental, a Secretaria dos Transportes e o Conselho Diretor do Programa Estadual de Desestatização se reúnem para definirem quais as sugestões entram na versão final do edital.

 

Depois de publicado o edital dos trechos Sul e Leste do Rodoanel, previsto para abril, o governo dará às empresas 60 dias para a entrega das propostas. Arce imagina ser possível que a assinatura dos contratos aconteça em agosto deste ano. (Michelly Chaves Teixeira)

Tudo o que sabemos sobre:
Rodoanellicitaçãorodovias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.