Comissão Europeia afirma que avaliará pedido da Hungria

A Comissão Europeia anunciou hoje que a Hungria pediu uma possível assistência financeira da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI). "A comissão examinará o pedido das autoridades em estreita consulta com os Estados membros da UE e do FMI" disse a comissão, em um comunicado.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

21 de novembro de 2011 | 11h42

Mais cedo, a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, já tinha confirmado que o país pediu assistência financeira à instituição e à União Europeia. O Ministério da Economia da Hungria disse na semana passada que tinha iniciado conversações formais com o FMI e a UE para assegurar alguma forma de apoio para tranquilizar os investidores.

O ministério disse que um novo acordo poderá ser concluído nos primeiros meses de 2012, mas não revelou detalhes sobre a natureza do apoio solicitado do FMI. O governo vai buscar um acordo com o FMI em um contrato para tranquilizar os investidores e permitir que a Hungria levante o capital que necessita, acrescentou o ministério. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIHungriaajudaComissão Europeia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.