finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Comissão Européia espera sucessor adequado para o FMI

CE espera que candidato possa garantir sucesso da reforma na instituição

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 09h26

A Comissão Européia (CE, órgão executivo da União Européia) espera que os países membros do bloco europeu designem um candidato "adequado" para suceder Rodrigo de Rato à frente do Fundo Monetário Internacional (FMI), capaz de garantir que o importante processo de reforma iniciado pela instituição seja bem-sucedido.A porta-voz de Assuntos Econômicos e Monetários da CE, Amelia Torres, fez este comentário ao ser perguntada sobre o anúncio de da saída de Rato do cargo de diretor-gerente do FMI em outubro, um ano e meio antes de terminar seu mandato.Torres lembrou que a Comissão Européia "não é membro do FMI", mas disse confiar em que os países da União Européia (UE) elejam um candidato adequado para substituir Rato.Tradicionalmente, o cargo de diretor-gerente do Fundo é ocupado por um europeu, enquanto os Estados Unidos ficam com a Presidência do Banco Mundial. No entanto, nos últimos anos, houve várias críticas a essa divisão, com propostas de ampliar as possibilidades para outras zonas do mundo.A saída de Rato ocorre poucos meses depois da renúncia do presidente do Banco Mundial, Paul Wolfowitz, após este ter se envolvido em um caso de favorecimento, e coincide com uma etapa de profundas mudanças e reformas no FMI.

Tudo o que sabemos sobre:
FMI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.