Comissão Europeia informa que recebeu pedido de ajuda da Hungria

País quer assegurar alguma forma de apoio para tranquilizar os investidores 

Clarissa Mangueira, da Agênci Estado,

21 de novembro de 2011 | 11h14

BRUXELAS - A Comissão Europeia anunciou que a Hungria pediu uma possível assistência financeira da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI). "A Comissão examinará o pedido das autoridades em estreita consulta com os Estados membros da UE e do FMI" disse a comissão, que tem poderes antitrustes na UE, em um comunicado.

Mais cedo, a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, tinha dito que o país pediu assistência financeira à instituição e à União Europeia.

O Ministério da Economia da Hungria disse na semana passada que tinha iniciado conversações formais com o FMI e a UE para assegurar alguma forma de apoio para tranquilizar os investidores.

O ministério disse que um novo acordo poderá ser concluído nos primeiros meses de 2012, mas não revelou detalhes sobre a natureza do apoio solicitado do FMI. O governo vai buscar um acordo com o FMI em um contrato para tranquilizar os investidores e permitir que a Hungria levante o capital que necessita, acrescentou o ministério. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.