Comissão Europeia nega que Itália tenha pedido ajuda

A Comissão Europeia disse nesta segunda-feira que o governo da Itália não pediu assistência financeira e que não há discussões a nível europeu sobre conceder ajuda ao país altamente endividado.

REUTERS

28 de novembro de 2011 | 09h51

O porta-voz da Comissão para Assuntos Econômicos e Monetários, Amadeu Altafaj, também disse que as opções para possíveis bônus conjuntos da zona do euro têm o objetivo de garantir a continuidade da união do bloco, e não separá-lo.

"Qualquer proposta, nós acreditamos, teria de ser baseada na ideia de preservar a união da zona do euro. Nossa proposta é ajudar a zona do euro a ficar junta, não ajudá-la a se separar", afirmou Altafaj a jornalistas, quando questionado sobre a possibilidade da emissão de bônus conjuntos por um grupo de países de maior nota de crédito da zona do euro.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROUEITALIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.