Comissão libera licença para a construção da Usina Nuclear de Angra 3

Comissão Nacional de Energia Nuclear vai explicar nesta segunda, 30, os detalhes da licença

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

31 de maio de 2010 | 12h05

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) emitiu a licença de construção da Usina Nuclear de Angra 3. A decisão foi publicada na edição de hoje no Diário Oficial da União. O presidente da CNEN, Odair Dias Gonçalves, dará coletiva, às 15 horas, no Rio de Janeiro, para explicar os detalhes da licença e suas condicionantes.

Segundo o superintendente de Gerenciamento de Empreendimentos da Eletronuclear, Luiz Manuel Messias, a licença era o documento que faltava para que a estatal iniciasse a concretagem da laje do edifício do reator da usina, marco zero das obras de Angra.

O setor de energia brasileiro terá investimentos de R$ 951 bilhões até 2019. A projeção é do Plano Decenal de Energia 2010-2019. Do total de investimentos, 70,6% ou, R$ 672 bilhões, serão destinados às áreas de petróleo e gás, em atividades de exploração, produção e refino. Outros R$ 214 bilhões (22,5% do total) são projetados para a geração e transmissão de energia elétrica.

Segundo a EPE, esse aporte é fundamental para garantir o crescimento da economia de 5,1% ao ano na década. Já a oferta de biocombustíveis líquidos (etanol e biodiesel) receberá R$ 66 bilhões em investimentos, volume que equivale a 6,9% do total previsto no plano decenal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.