Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Commerzbank cortará mais de 450 empregos em plano de redução de custos, dizem fontes

Em reunião com funcionários, representantes do banco anunciaram que o programa de reestruturação em execução será ampliado

REUTERS

28 de julho de 2014 | 08h32

O Commerzbank, segundo maior banco da Alemanha, está ampliando o escopo de seu programa de redução de custos e planeja cortar mais de 450 postos de trabalho em acréscimo a um programa de reestruturação em execução, segundo três pessoas familiarizadas com o assunto.

Em uma reunião com funcionários na semana passada, os representantes do Conselho de Trabalhadores do Commerzbank anunciaram que o banco está buscando cortar 350 empregos em seu departamento de finanças em Frankfurt até 2017, e 100 em instalações em Duisburg e Berlim, segundo pessoas que participaram da reunião.

"Têm havido sinais do Conselho de que há mais por vir e que todos os departamentos do grupo podem ser atingidos no curto prazo", disse uma das pessoas.

(Por Arno Schuetze e Alexander Hübner)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSCOMMERZBANKCORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.