Commodities derrubam bolsas européias para mínima de 2 meses

O principal índice de ações européiasfechou em queda pela quinta sessão consecutiva nestaterça-feira, derrubado para o menor nível em mais de dois mesespor ações relacionadas a commodities. De acordo com dados preliminares, o FTSEurofirst 300 caiu0,65 por cento, para 1.271 pontos. As ações de energia tiveram a maior queda da sessão,devolvendo os ganhos à medida que os preços do petróleo semantiveram longe dos recordes atingidos na sexta-feira. As ações da BP e do Royal Dutch Shell caíram 2 por cento eas da Total recuaram 1,3 por cento. As grandes mineradoras RioTinto e BHP Billiton perderam mais de 2 por cento. O mercado também repercutiu comentários recentes do BancoCentral Europeu (BCE) sobre a taxa de juros da zona do euro. "Foi mais um daqueles dias sombrios", disse Mike Lenhoff,estrategista-chefe da Brewin Dolphin. "Nós recebemos uma mensagem bastante firme do BCE que astaxas de juros irão subir", acrescentou ele. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de0,86 por cento, a 5.827 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,65 por cento, para6.771 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,8 por cento, para 4.761pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou com desvalorização de1,29 por cento, a 24.272 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,54 porcento, para 12.755 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve perda de 0,08 por cento,para 10.202 pontos. (Reportagem de Rebekah Curtis)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.