Como comprar traveller em euro

Para quem vai viajar à Europa, já existe a opção de compra de traveller checks em euro. O uso dessa forma de pagamento traz segurança ao viajante, já que os travellers podem ser cancelados em caso de roubo ou perda. Os travellers, além de servirem como moeda de troca em diversos hotéis e estabelecimentos, ainda pode ser trocado por dinheiro em espécie.Também evitam-se perdas que ocorreriam caso o viajante levasse dólares ou travellers na moeda norte-americana, já que, a cada troca de câmbio, ele deveria pagar uma taxa pela operação. Além disso, o dólar pode ser desvantajoso neste momento, uma vez que ele vem mostrando uma tendência de desvalorização frente ao euro. Para se ter uma idéia, no início do ano, um dólar comprava 1,1044 euro; no dia primeiro de julho, comprava 1,0127 euro; e, hoje, compra apenas 0,991 euro. A se manter esse comportamento, quem viajar com dólares para depois trocar por euros perderá dinheiro.Há vários bancos no Brasil que já vendem travellers em euro. A maior parte deles só possui o serviço para correntistas, mas algumas instituições vendem também para não-correntistas. Alguns bancos cobram uma taxa que varia de acordo com o valor da compra, mas é preciso que o consumidor esteja atento, pois alguns bancos que não cobram taxa de venda embutem essa taxa no valor do traveller. Na maior parte dos casos, é exigida do comprador a apresentação de cópia do RG, CPF e comprovante de residência. Veja abaixo a lista das instituições financeiras que vendem travellers em euro.Banespa/SantanderO Banespa vende travellers em 276 pontos de câmbio em diversos Estados e para qualquer cliente, sem a necessidade de ser correntista. Não há cobrança de taxa nem limite de valor para a compra. Os pontos de venda podem ser encontrados no site do banco (ver link abaixo).ItaúO banco oferece travellers para clientes, titulares ou co-titulares de contas correntes abertas há mais de 6 meses. O correntista pode fazer uma solicitação pelo Itaú Bankline, clicando em Traveller Cheques - Compra (ver link abaixo) e a entrega é feita dentro da área de abrangência, também disponível para consultas no site do banco. Eles também podem ser comprados pessoalmente, nos postos de câmbio do Itaú em diversos Estados. A compra está sujeita a tarifas de contratação, de cancelamento e de entrega. A cobrança depende do valor da compra e, no site, há disponível um simulador que possibilita ao cliente saber quanto vai pagar.BankBostonTodas as agências do BankBoston vendem travellers, mas o serviço é exclusivo para clientes. Não há necessidade de apresentação dos documentos, pois o banco já os possui. Quando a operação é acima de dez mil euros, o banco pede a apresentação de uma cópia da passagem. Não há cobrança de taxa pela venda.BradescoO Bradesco também vende travellers em euro pela Internet, mas só para correntistas. Quem não tiver conta no banco pode comprar em uma das 200 agência que operem câmbio (os endereços podem ser consultados no site do banco, no link abaixo). Para compras acima de U$ 1 mil ou o equivalente em outras moedas, o banco oferece uma bolsa de viagens de brinde. O banco não cobra taxas pela venda.UnibancoO Unibanco vende trevellers em euro só para seus correntistas, que podem comprar tanto pela Internet quanto em um dos mais de 100 postos de câmbio pelo País. Pode ser comprada qualquer quantidade e a taxa cobrada pela venda vai do limite mínimo de 1,5% do valor da compra ao máximo de US$ 50.American ExpressA American Express vende trevellers em euro em suas corretoras de câmbio e em seus escritórios, além de trabalhar em parceria com diversos bancos, como Banespa e Itaú, que vendem seus trevellers cheques. O site da empresa (ver link abaixo) possui uma série de telefones em que o cliente pode conferir os locais de venda mais próximos de sua residência. Não é cobrada taxa na venda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.