Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Como consultar a restituição do Imposto de Renda

Receber dinheiro de volta no IR é o que qualquer contribuinte almeja, então, preparamos um material sobre como verificar se este é o seu caso

Felipe Siqueira, O Estado de S.Paulo

12 de maio de 2022 | 10h00

Este talvez seja o cenário mais bem quisto no Imposto de Renda, o que qualquer contribuinte deseja - ou muitas vezes sonha - quando preenche os dados da plataforma da Receita Federal: a restituição, receber dinheiro de volta. 

E o processo para saber se isso vai acontecer é muito simples - talvez nem valha ser chamado de processo em si. Isso porque, no ato da declaração, já é possível saber se haverá imposto a pagar ou a receber - antes mesmo da transmissão dos dados ao sistema da Receita. Agora, caso a restituição seja sinalizada, há duas formas para se acompanhar quando vai cair e se, de fato, vai vir. 

A maneira mais completa é por meio do eCAC, sistema virtual do Fisco que disponibiliza os serviços ao contribuinte. Sempre lembramos que a maneira mais prática de acessá-lo é utilizando uma conta Gov.BR, do governo federal, que dá acesso a muito mais informações, de maneira gratuita. Mais informações aqui. Ao clicar em “Meu Imposto de Renda” dentro do sistema, vá até a aba “Restituição” e acesse o tópico “Consultar e alterar conta para crédito de restituição”. 

Mas há um caminho ainda mais fácil, sem necessidade de login. No site da Receita Federal, existe a aba “Meu Imposto de Renda”. Por lá, é possível clicar em “Restituição” e “Consultar Restituição”. Mas é também possível pegar este atalho que separamos

Nesse link, apenas com CPF e data de nascimento já é possível consultar como está a restituição. Vale sempre lembrar que o calendário de recebimento das quantias do IR vai de maio a setembro e as prioridades legais, como idosos e professores, além de pessoas que entregaram a prestação mais cedo, recebem primeiro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.