Marcelo Camarago/Agência Brasil
Marcelo Camarago/Agência Brasil

IR 2022: Como declarar Tesouro Direto?

Informações podem ser solicitadas à corretora de investimentos, mas também podem ser colhidas no próprio site do Tesouro

Felipe Siqueira, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2022 | 10h00

O Tesouro Direto, assim como outros inúmeros investimentos, vai entrar no Imposto de Renda por meio da ficha de “Bens e Direitos”. Por lá, o grupo a ser utilizado será o quatro, sob o código dois. De acordo com Rogério Saltes, planejador fiduciário na Fiduc, as informações podem ser solicitadas à corretora de investimentos, mas também podem ser colhidas no próprio site do Tesouro. 

No espaço, informações como CNPJ, localização e situações em 31 de dezembro de 2020 e 31 de dezembro de 2021 deverão constar na prestação de contas ao Fisco. Já os ganhos poderão entrar na ficha de “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva ou Definitiva'', sob o código seis, “Rendimentos de aplicações financeiras”. 

Lembrando que o contribuinte precisa ficar atento às obrigatoriedades de declaração do Imposto de Renda deste ano. Caso se enquadre, precisará informar todos os itens nos quais se encaixa. Ou seja, se for entregar IR e possuir investimentos no Tesouro Direto, estes precisarão constar na plataforma da Receita Federal.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.