HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

‘COMO FICA SE EU PERDER O EMPREGO?

"Tenho 57 anos de idade e estou agora puxando para ver o meu tempo de serviço. Sempre trabalhei em fábricas. Eu sou especializado em fios de cobre, sou operador de máquinas extrusoras. Eu moro no Itaim Paulista, trabalho em Itaquera e estou com medo de perder o emprego na fábrica. As empresas daquela região estão todas sentindo essa crise e eu fico pensando o que vou fazer da vida se não tiver trabalho. 

Renato Jakitas, O Estado de S. Paulo

22 de maio de 2016 | 05h00

Josias Pedro da Silva, 57 anos: ‘Estou preocupado’ 

Fiquei muito preocupado com essa história de mexerem no tempo da gente aposentar agora. Vim correndo, peguei um amigo e vim hoje mesmo, mas me falaram que tenho de entrar na internet e pedir para fazerem o cálculo primeiro. Vou marcar pela internet e voltar depois.

O que me preocupa também é ter de ir até os lugares em que eu trabalhei e pegar toda a documentação. Eu peguei o telefone de um advogado na Rua Líbero Badaró e vou conversar com ele, entregar tudo o que tenho para ele e ver isso o quanto antes. Sinceramente, eu acho muito complicado mudarem a regra para a aposentadoria agora. Tenho muito tempo de serviço."

Mais conteúdo sobre:
aposentadoriaprevidência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.