Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Companhia aérea SAS vai demitir mais 2.700

A companhia aérea escandinava SAS AB informou que vai cortar mais 2.700 empregos até 2005 como parte de um plano de reestruturação de longo prazo. A empresa planeja economizar cerca de US$ 1,15 bilhão até 2005, dos quais US$ 709 milhões até 2003. Os cortes anunciados hoje se somam aos 3.500 empregos que a SAS informou que cortaria como parte do plano de reestruturação de curto prazo até 2003. "As novas reduções estão relacionadas não só com o corte de custos, mas com a reestruturação geral e a mudança na nossa forma de operar", disse o assessor de imprensa da empresa, Ulf Thorne.Ele afirmou que a companhia ainda não decidiu como os 2.700 empregos serão eliminados, mas informou que os detalhes serão fornecidos quando a empresa divulgar seu balanço do terceiro trimestre na próxima terça-feira. Dos 3.500 cortes previstos originalmente, cerca de 1.100 empregos já haviam sido eliminados até 30 de setembro, informou a companhia. Os empregos restantes serão eliminados em parte por meio de saídas voluntárias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.