Companhia russa desiste de 15 Boeings

A companhia aérea russa S7 cancelou um pedido de 15 aeronaves 787 Dreamliner, da Boeing. A fabricante já tinha sugerido esperar um cancelamento, mas não tinha identificado o cliente. O lançamento do 787 Dreamliner, descrito pela empresa como inovador, econômico e ambientalmente correto, está atrasado, mas a Boeing ainda espera realizar o primeiro voo teste no segundo trimestre. Apesar de o cancelamento não representar uma catástrofe para a empresa, o temor é que essa seja a primeira de várias desistências.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.