Compras em rede

Totvs fecha acordo com a catarinense Paradigma para criar mídia social corporativa

Renato Cruz, O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2011 | 00h00

Não é à toa que as redes sociais são a onda do momento na internet mundial. As conexões geram inúmeras possibilidades e, na vida empresarial, não seria diferente. A Totvs fechou um acordo com a Paradigma, empresa de software de Florianópolis, para permitir que as empresas que usam o seu sistema de gestão empresarial possam fechar negócios entre si, eletronicamente.

A Paradigma surgiu em 1998 para fornecer soluções de compras eletrônicas. Mais de 50 portais de comércio entre empresas usam a plataforma da empresa. No mês passado, a Paradigma lançou o ClicBusiness, que reúne num só serviço os participantes de 45 portais de compras, envolvendo uma base de cerca de 200 mil empresas fornecedoras.

"Estamos levando o conceito da rede social para o mundo dos negócios", disse presidente do conselho de administração da Paradigma, Gérson Schmitt. O ClicBusiness será oferecido aos 26 mil clientes da Totvs. A assinatura do serviço é de R$ 90 por mês, independentemente do volume negociado pelo participante.

Objetivo. A Paradigma tem a meta ambiciosa de conseguir, em uma década, mais de 1 milhão de assinantes do serviço, o que corresponderia a cerca de 20% das empresas existentes no País.

Os 45 portais integrados ao ClicBusines realizam mais de 100 mil processos de compras eletrônicas por ano, movimentando bilhões de reais, segundo Schmitt.

Com cerca de 80 funcionários, a Paradigma faturou R$ 8,7 milhões em 2010.

O Alibaba, gigante chinesa de comércio entre empresas, faturou US$ 855 milhões no ano passado. A ideia é se tornar um Alibaba brasileiro? "O modelo é bem diferente", disse o presidente do conselho da Paradigma. "No Alibaba, a força está do lado da oferta. Vamos deslocar essa força para o lado da demanda."

Ou seja, num serviço como o Alibaba, os negócios são organizados do ponto de vista do vendedor, que coloca seus produtos à disposição de possíveis interessados. No ClicBusiness, são os compradores que apresentam suas demandas.

Além de contar com uma base de milhares de fornecedores, o ClicBusiness já traz indicadores sobre cada um deles, gerados a partir das transações realizadas nos portais, incluindo avaliações dos próprios compradores. Os clientes da Totvs têm a opção de criar um portal personalizado de compras ou se tornar um assinante do ClicBusiness.

Segundo a Paradigma, o sistema eletrônico consegue reduzir pela metade o prazo e o custo do processo de compras e em pelo menos 5% o preço dos bens e serviços comprados. Nas compras do governo, essa redução de preços pode chegar a 25%, de acordo com a empresa.

"As conversas com a Paradigma começaram há um ano", disse Rodrigo Caserta, vice-presidente de consultoria da Totvs. "Fizemos uma pesquisa importante e identificamos a oportunidade de oferecer assistência em negócios via internet, principalmente para pequenas e médias empresas. Encontramos na Paradigma uma boa solução, muito flexível e fácil de usar."

Silvio Motta, diretor de operações da Totvs, destacou que a solução não se resume a pequenas e médias empresas. "Estamos fazendo agora um trabalho muito forte de estruturação, preparando os canais", explicou o executivo. A Totvs é líder do mercado brasileiro de software de gestão, com 40% do mercado.

A Paradigma também fornece software para mercado de capitais, tendo participado dos projetos da Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) e do Tesouro Direto da BM&F Bovespa, e para os leilões de energia elétrica que movimentaram mais de R$ 500 bilhões nos últimos anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.