Compre pela Internet sem riscos

O Código de Defesa do Consumidor oferece uma proteção especial ao consumidor nas compras feitas fora do estabelecimento comercial. No caso específico da Internet, há vários itens que devem ser observados, de modo a garantir que a compra não seja feita por impulso, caso contrário, não há como evitar aborrecimentos. A advogada do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Maria Inês Dolci, elaborou um lista de cuidados para garantir a satisfação e a segurança do internauta.Cuidados básicos antes da compra: 1 - Não se deixe levar pelo impulso. Não compre sem verificar se no anúncio consta o nome da empresa, endereço, CNPJ e o número do telefone.2 - Não compre quando a empresa só anuncia a Caixa Postal e não fornece outros dados.3 - Cheque a idoneidade da empresa, consultando a lista negra do Procon. 4 - Verifique se a empresa está estabelecida em algum endereço (aproveite para solicitar envio de folhetos sobre as compras anunciadas). Troque telefonemas, fax ou e-mail para dirimir dúvidas sobre o produto, tais como: garantia, assistência técnica por exemplo.5 - Consulte pessoas que já tenham comprado da empresa.6 - Não pague antecipado. Só pague com pronta entrega, se não houver outro mecanismo melhor para a compra, como cartão de crédito, boleto bancário, etc.7 - Em caso de produto importado, verifique se a empresa tem representantes no Brasil para dar assistência técnica. 8 - Certifique-se sobre o valor da postagem do produto e de que maneira o mesmo será entregue (correio comum, special delivery, companhia aérea etc ).9 - Não deixe de negociar e ter por escrito as condições de pagamento e possíveis descontos, se houver. 10 - Produtos adquiridos no exterior podem ter taxa de importação. 11 - Algumas administradoras de cartões estão criando métodos mais seguros para as transações. Lembre-se de que a empresa na qual se está adquirindo o produto vai solicitar sua senha, daí a necessidade de se comprar com empresas absolutamente idôneas.12 - Descubra se há outras maneiras de proceder ao pagamento, como por exemplo, boletos bancários. Algumas empresas facilitam o pagamento, mas fazem consultas prévias de cadastro das pessoas.13 - Certifique-se sobre reposição de peças para o produto . Se os mesmos estão disponíveis no mercado para utilização imediata, caso seja necessário.14 - O consumidor tem direito à devolução imediata das quantias pagas monetariamente atualizadas, caso exerça o direito de arrepender-se dentro do prazo de reflexão.Confira no link abaixo matéria sobre o número relativamente pequeno de internautas brasileiros que compram pela Internet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.