Conab estima safra de soja em 59,3 mi t; milho em 51,8

A safra de soja do Brasil em 2007/08deverá alcançar 59,37 milhões de toneladas, ante estimativa domês anterior do intervalo entre 59,4 e 61,3 milhões detoneladas, informou a Conab nesta quinta-feira. A projeção ficou marginalmente abaixo do piso do intervaloanterior da estimativa, devido ao atraso no plantio daoleaginosa. Mas ainda assim seria uma safra recorde, acima dorecorde anterior atingido no ano passado de 58,3 milhões detoneladas. A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estimou aprodução total de milho em 51,82 milhões de toneladas, anteprojeção de outubro no intervalo de 51,8 e 52,8 milhões detoneladas. No ano passado, a produção de milho havia ficado em 51,3milhões de toneladas. "Nesta safra o plantio atrasou em função do retardamento doperíodo chuvoso no Estado de Mato Grosso, mais precisamenteLucas do Rio Verde, Nova Mutum e Sorriso, região em que seplanta mais cedo. O plantio atrasou até 30 dias", informou aestatal. De acordo com o levantamento, o atraso "pode comprometer omilho safrinha, cujo plantio ocorre após a colheita da soja". A estimativa para o algodão em 2007/08 ficou em 1,6 milhãode toneladas de pluma, ante projeção em outubro no intervaloentre 1,56 e 1,66 milhão de toneladas e produção no ano passadode 1,52 milhão de toneladas. O diretor de Logística e Gestão Empresarial da Conab,Sílvio Porto, informou que há preocupação com o padrãoclimático para a nova safra de grãos do Brasil e que asestimativas podem piorar nos próximos levantamentos. "Para nós não seria nenhuma surpresa se tivéssemos númerosainda menores", afirmou. "Temos um cenário pluviométricoduvidoso, estamos sendo mais conservadores por causa dasituação climática, que já foi refletida nesse levantamento epode afetar os próximos". Nesta quinta-feira, o IBGE também divulgou seu levantamentopara a safra e citou a questão do fenômeno La Niña, que poderáalterar o padrão normal de chuvas no Brasil. A Conab informou que a produção total de grãos no Brasil nanova safra deverá ficar em 135,5 milhões de toneladas, ante 131milhões de toneladas na temporada anterior. (Por Ray Colitt)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.