Conab marca novo leilão de arroz para o dia 29

Mesmo com os pedidos do setor produtivo para um maior intervalo entre os leilões de arroz ou até para a suspensão da venda, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) confirmou mais uma operação para a próxima quinta-feira. A previsão do órgão é ofertar 100,3 mil toneladas, sendo 90 mil toneladas depositadas no Rio Grande do Sul e o restante em Santa Catarina. Será o maior volume em uma mesma operação nesta rodada de venda de estoques públicos que começou no dia 5 de maio.Apesar da freqüência semanal dos leilões, o preço do arroz permaneceu em alta nesta semana no mercado gaúcho, cotado em média em R$ 35,17, com 2,39% de aumento. Os produtores gaúchos concluíram a colheita da safra 2007/08 com resultado recorde de 7,3 milhões de toneladas, conforme estimativa do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). Na safra anterior, o Estado colheu 6,41 milhões de toneladas. "O próximo leilão deve ser o último semanal", defendeu o diretor comercial do Irga, Rubens Silveira. Os arrozeiros argumentam que o governo deve priorizar a intervenção no mercado no período de entressafra, em vez de utilizar os estoques em plena safra. Na avaliação do setor, o preço segue em alta por influência do mercado internacional. As entidades do setor pediram ao Ministério da Agricultura uma reunião para reavaliar a possível continuidade dos leilões, mas com volume limitado a 50 mil toneladas. Na quarta-feira, a Conab negociou as 77,9 mil toneladas ofertadas em leilão de estoques do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.