Conab pode trocar semente de soja por grão do produtor

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Jacinto Ferreira, disse nesta quarta-feira, em entrevista à Agência Estado, que o governo poderá trocar sementes legalizadas de soja transgênica por grão produzido pelos próprios sojicultores. Os grãos transgênicos guardados pelos agricultores de um ano-safra para outro são irregulares e os produtores do Rio Grande do Sul pedem uma ação do governo para que esse plantio seja legalizado.Como as sementes próprias dos agricultores não têm registro, eles não podem obter financiamento nos bancos para o custeio da safra. Segundo Ferreira, a Conab vai tornar viável essa operação de troca. A estatal comprará o produto legalizado e o fornecerá aos produtores, em troca das sementes irregulares.A medida, segundo o presidente da Conab, pode ser anunciada nesta quinta-feira pelo ministro da Agricultura, Luís Carlos Guedes Pinto, que visitará a Exposição Internacional de Animais do Rio Grande do Sul (Expointer), que é realizada em Esteio, no Rio Grande do Sul.Crítica Fonte do Ministério da Agricultura afirmou nesta quarta que não existe motivo técnico para que o governo autorize o plantio de sementes de soja transgênicas próprias dos agricultores, ou seja, não legalizadas. "Essa autorização só se justifica caso não houvesse oferta, o que não é o caso", afirmou. Os produtores do Rio Grande do Sul têm pressionado o governo a editar uma medida provisória (MP) autorizando esse plantio. Como não constam no Registro Nacional de Cultivares - já que não têm origem identificada - o cultivo destes grãos não pode ser financiado pelos bancos.Além disso, os produtores que usarem este material não podem contratar seguro contra eventuais problemas climáticos. Os produtores de sementes são contrários à autorização e alegam que investiram na produção para ampliar a oferta de sementes legalizadas. De acordo com dados da Associação dos Produtores e Comerciantes de Mudas e Sementes do Rio Grande do Sul (Apassul), a oferta de sementes transgênicas certificadas cobria cerca de 10% da área a ser cultivada no Rio Grande do Sul na safra 2005/06. Para o plantio 2006/07, o cálculo do setor é contar com sementes para aproximadamente 65% da área.Matéria alterada às 11h43 para acréscimo de informações

Agencia Estado,

30 de agosto de 2006 | 11h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.