Conab: produção de grãos é suficiente para a demanda

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Wagner Rossi, disse hoje que a produção brasileira de grãos é suficiente para atender a demanda no mercado interno. Ele anunciou hoje uma nova estimativa da empresa do governo federal, encarregada de gerir as políticas agrícolas e de abastecimento, para a safra de grãos 2007/2008, que foi projetada em 142,42 milhões de toneladas. O volume é 0,6% inferior em relação ao levantamento do mês passado, quando a colheita foi estimada em 143,3 milhões de toneladas.Em relação aos preços dos grãos no mercado interno, o diretor de Logística e Gestão Empresarial da Conab, Silvio Porto, disse que os preços estão sendo "contaminados pelas cotações no mercado internacional". Porto observou que o preço do feijão está cotado entre R$ 130 e R$ 150 a saca de 60 quilos (kg). "Esses valores são irreais. Eles não se justificam em termos de oferta e demanda pelo produto".Ele acrescentou que o preço de paridade de exportação do milho tem balizado as cotações do produto no mercado interno. Durante a entrevista, Silvio Porto ressaltou que os alimentos e as bebidas têm peso de 25% na inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e que 80% dos alimentos que compõem o índice não estão tendo elevação de preço. Já o presidente da Conab observou que não há uma expectativa de recuo de preços no mercado interno. "Mesmo assim, o quadro de abastecimento é tranqüilo", garantiu.

FABÍOLA SALVADOR, Agencia Estado

08 de julho de 2008 | 11h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.