Conab revê estimativa para safra de grãos 2012/2013

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou nesta terça-feira, 9, o resultado do 10.º levantamento da safra de grãos 2012/13, que estima um novo recorde na produção nacional de 185,05 milhões de toneladas. O volume aumentou 710 mil toneladas (0,40%) em relação ao estimado no mês passado e cresceu 18,87 milhões de toneladas (11,4%) quando comparado as 166,17 milhões de toneladas colhidas na safra passada. Vale lembrar que a safra 2011/12 teve forte quebra na produção de soja, por causa da estiagem, principalmente na Região Sul.

VENILSON FERREIRA, Agencia Estado

09 de julho de 2013 | 09h30

No levantamento divulgado hoje a Conab atualizou os dados referentes a soja e segunda safra milho, que apresentaram variação em relação ao levantamento divulgado em junho. A estimativa de safra de milho safrinha aumentou em mais 620,3 mil toneladas, para o recorde histórico de 44,242 milhões de toneladas. Em relação ao ano agrícola 2011/12 a produção estimada de milho safrinha teve aumento de 5,130 milhões de toneladas (13,1%).

No caso da soja, a Conab elevou sua estimativa em relação ao mês passado em 175,3 mil toneladas, para 81,457 milhões de toneladas. A produção de soja cresceu 15,073 milhões de toneladas (22,7%) em comparação às 66,383 milhões de toneladas colhidas na safra passada.

A Conab também atualizou os dados de área plantada, passando de 53,204 milhões de hectares no último levantamento para 53,220 milhões de hectares na estimativa atual. A soja lidera o plantio, com 27,72 milhões de hectares, área 10,7% superior à semeada na safra passada. A área de milho de segunda safra aumentou em 8,95 milhões de hectares (17,5%).

Os destaques na perda de área foram para o algodão (queda de 35,8% para 985 mil hectares), milho de primeira safra (queda de 8,8% para 6,892 milhões de hectares) e feijão total (queda de 6,2% para 3,061 milhões de hectares).

Tudo o que sabemos sobre:
Conabsafra 2013atualização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.