Conab: safra menor não trará desabastecimento nem inflação

O presidente da Conab, Luís Carlos Guedes Pinto, descartou hoje a possibilidade de desabastecimento interno ou de escassez de grãos para cumprir os contratos de exportação, em conseqüência da quebra na safra 2003/04. A Conab divulgou o quinto levantamento para a safra 2003/04 e indicou colheita de 119,415 milhões de toneladas de grãos, uma queda de 3% na comparação com os 123,168 milhões de toneladas de 2002/03. Ele observou que a produção caiu por causa dos problemas climáticos ? seca no Sul e excesso de chuvas no Centro-Oeste. Para o presidente da Conab, os estoques vão ajudar a equilibrar o quadro de oferta e demanda. ?Não existe risco de impacto inflacionário?, garantiu. No entanto, Guedes Pinto disse que, no caso do feijão, a redução na oferta ?pode elevar um pouco os preços?.Segundo ele, o aumento de recursos para investimento na agricultura, anunciado pelo governo no mês passado, deve resultar numa nova expansão da área plantada e no aumento da produção na safra 2004/05. No total, o governo prometeu liberar R$ 39,45 bilhões, um aumento de 45% em relação ao ano agrícola anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.