Concentração cria 'círculo virtuoso'

Para o diretor da fábrica da PSA Peugeot Citroën - localizada no município de Porto Real -, Lúcio Shimoyama, a tendência no polo automotivo fluminense é que os fornecedores continuem migrando para os entornos das montadoras. "Estamos em negociação com mais de 20 fornecedores. A maioria é de São Paulo, da região do Vale do Paraíba."

O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2011 | 03h06

Finalizando um investimento de R$ 1,4 bilhão que aumenta a capacidade da fábrica de 29 para 40 veículos por hora, o equivalente a 220 mil por ano, a PSA se prepara para iniciar em dezembro a contratação de 800 funcionários. De olho na demanda crescente por automóveis, a companhia já está negociando com o governo do Estado um pacote de inventivos para aumentar novamente a unidade, revelou recentemente o presidente da empresa no Brasil, Carlos Gomes.

Fontes que acompanham as negociações afirmam que a ideia é elevar a capacidade para 400 mil veículos por ano, com investimento de R$ 800 milhões. A concessão de incentivos fiscais pelo governo estadual tem sido um dos principais atrativos, ao lado da localização. O polo está às margens da Via Dutra, no meio do caminho entre Rio e São Paulo.

Também beneficiada por incentivos, a Hyundai Heavy Industries, braço de indústria pesada do grupo coreano, assinou em junho um protocolo de intenções para aplicar US$ 150 milhões na construção de uma fábrica de equipamentos para construção civil em Itatiaia, município que abriga a Michelin. Com capacidade projetada de cinco mil máquinas por ano, a unidade deve começar a produzir escavadeiras, retroescavadeiras e carregadeiras em 2012.

"Esse início de concentração acaba se tornando um círculo virtuoso, porque já há empresas que fornecem para o setor, então outras companhias tendem a se fixar ali", diz Cristiano Prado, gerente de Infraestrutura e Novos Investimentos da Firjan. / G.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.