Concentração das exportações aumentou, mostra estudo

Análise da balança comercial de 2002 feita pela Associação Brasileira de Comércio Exterior (Abracex) conclui que aumentou a concentração das exportações. Apesar dos trabalhos iniciados na administração Fernando Henrique Cardoso para ampliar a base de empresas exportadoras, apenas 104 companhias com vendas acima de US$ 100 mil foram responsáveis por 56,74% do total vendido, ou US$ 34,251 bilhões. No ano anterior, as 104 empresas sozinhas venderam 54,52%. Segundo o presidente da entidade, Primo Roberto Segatto, se incluídas as exportadoras de valores acima de US$ 20 milhões anuais, haverá uma concentração em 399 exportadoras com US$ 46,709 bilhões, ou 77,38% do total. Isso significa que sobraria para as outras empresas uma participação na receita de exportação de 22,62%, num total de US$ 13.651.832.905. ?O País não pode ficar nas mãos de 400 empresas exportadoras?, reclama o executivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.