Concorrência deve reduzir tarifas aéreas

As empresas aéreas preveem um ano de aperto. Com a concorrência aumentando, ninguém quer abrir mão dos projetos de expansão, e o País deve fechar o ano com aumento na oferta de assentos, o que deve se refletir em preços mais baixos. "Será o ano do cliente", disse o presidente da Gol, Constantino Junior, durante o evento Fórum Panrotas - Tendências do Turismo 2009. TAM, WebJet, OceanAir, Azul e Trip disseram que vão manter seus investimentos.

, O Estadao de S.Paulo

18 de março de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.