finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Conde assume a presidência de Furnas no Rio

O ex-vice-governador do Rio, Luiz Paulo Conde, assumiu hoje a presidência de Furnas Centrais Elétricas, dizendo que teve uma crise de identidade ao ser convidado para ocupar o cargo. "Confesso que todo o processo que me trouxe a Furnas me criou uma verdadeira crise de identidade. Quando fui prefeito da maravilhosa cidade do Rio de Janeiro, muitos diziam que o meu principal defeito é que eu era técnico, e não político. Agora, dizem que o meu problema é que sou político, e não técnico", afirmou.E completou: "Mas me livrei desse dilema, confortando-me em um ensinamento do meu sábio amigo empresário Lázaro Brandão: o verdadeiro currículo de uma pessoa começa mesmo no seu primeiro dia de trabalho", disse Conde, em seu discurso realizado na cerimônia de posse no principal auditório de Furnas, no Rio, na qual a imprensa foi impedida de entrar.A assessoria de Conde alegou "falta de espaço" para acomodar os cinco jornalistas presentes, apesar de a empresa ter disponibilizado, além do auditório de 190 lugares, telões no saguão da empresa para cerca de 600 pessoas entre convidados e funcionários. Presentes ao evento, estavam o presidente da Eletrobrás, Valter Cardeal, e os presidentes das coligadas Eletronorte, Eletrosul e Eletronuclear. O Ministério de Minas e Energia não enviou representantes. Substituindo o governador Sérgio Cabral, estava o secretário de Desenvolvimento do Estado do Rio, Julio Bueno, que compôs a mesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.