Confeiteiros Sem Fronteiras lançam torta em Ricupero

Uma militante do grupo Confeiteiros Sem Fronteiras lançou hoje uma torta contra o secretário-geral da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Uncatad), Rubens Ricupero, durante palestra na Universidade de Brasília (UnB). A torta de chocolate pegou de raspão no braço do embaixador e espatifou-se contra a parede. Após limpar a manga da camisa, Ricupero continuou a palestra.Em nota, o grupo disse que o ato foi um protesto contra a conferência geral da Unctad que acontecerá em São Paulo, a partir do dia 13 de junho. Os Confeiteiros Sem Fronteiras alegam que a conferência desvia o debate do tema do fim da pobreza e da distribuição da renda para o tema do crescimento econômico por meio do livre comércio.Não foi revelado o nome da ativista, detida por seguranças da UnB, mas liberada depois, porque Ricupero não quis prestar queixa na polícia. "Foi uma cena burlesca", disse o coordenador do curso de Relações Exteriores da UnB, professor Antônio Lessa. "Foi uma coisa sem sentido. Se há uma instituição internacional que pode ser inscrita como aliada do movimento anti-globalização, é a Unctad".O grupo informou que não é a primeira vez que os Confeiteiros fazem um protesto contra a Unctad. Em 2000, na última conferência geral da organização, em Bangcoc, os ativistas acertaram uma torta no então diretor-gerente do FMI, Michel Camdessus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.