Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Confiança da construção cai 4,3% no tri até outubro

O Índice de Confiança da Construção (ICST), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), caiu 4,3% no trimestre encerrado em outubro ante o mesmo período do ano passado. Apesar de manter-se em terreno negativo nesta base de comparação, o resultado representa uma evolução favorável após variações de -4,6% em setembro e -4,7% em agosto.

RENAN CARREIRA, Agencia Estado

28 de outubro de 2013 | 14h48

Considerando-se a comparação interanual mensal, a recuperação do ICST foi mais expressiva: entre outubro de 2012 e outubro deste ano, a variação ficou em -2,9% ante -4,6% em setembro. De acordo com a FGV, o resultado geral da pesquisa reflete as expectativas de melhora do ambiente de negócios no setor ao longo do quarto trimestre de 2013.

O ICST teve um comportamento mais favorável por causa da melhora das expectativas. A taxa de variação interanual trimestral do Índice de Expectativas (IE) passou de -2,8% em setembro para -1,9% em outubro. A comparação interanual mensal - um mês sobre o mesmo mês do ano anterior - do IE passou de -5,0% para 1,9%, a primeira variação positiva nesta base de comparação desde julho de 2011.

No caso do Índice da Situação Atual (ISA), houve piora nas comparações trimestrais, com as variações do índice passando de -6,7% em setembro para -6,9% em outubro, refletindo a piora mais acentuada na base de comparação mensal, cujas variações passaram de -4,1% para -7,9%.

Dos 11 segmentos pesquisados, sete apresentaram melhora no indicador interanual trimestral, com destaque para Obras de Montagem (-13,5% em setembro para -9,5% em outubro) e Obras para Telecomunicações (1,8% para 5,3%). Preparação de Terrenos também apresentou melhora importante ao registrar queda de 1,7%, contra variação de -4,9% em setembro na mesma comparação.

O quesito que mede o grau de otimismo com a tendência dos negócios nos seis meses seguintes foi o que exerceu a maior pressão positiva sobre o IE. A variação interanual trimestral passou de -3,7% em setembro para -2,8% em outubro. A proporção de empresas prevendo melhora da situação no trimestre findo em outubro foi de 37,8%, contra 40,2% no mesmo período em 2012, enquanto a parcela das que estão prevendo piora foi de 5,6%, contra 4,2%, em outubro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
construçãoFGVsondagemoutubro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.