Confiança da Indústria cai 1,2% em agosto ante julho, para 83,4 pontos, aponta prévia

'O resultado combinaria a persistência na deterioração das avaliações sobre o momento presente com a melhora das expectativas para os meses seguintes - o que não acontecia desde dezembro de 2013', disse a FGV

Idiana Tomazelli, Agência Estado

21 de agosto de 2014 | 08h30

RIO - O Índice de Confiança da Indústria (ICI) apurado na prévia da sondagem de agosto ficou em 83,4 pontos, o que significa recuo de 1,2% em relação ao resultado final de julho, que foi de 84,4 pontos. No mês passado, o ICI caiu 3,2%. 

Se confirmada a queda nesta intensidade no fim do mês, o ICI permanecerá no menor nível desde abril de 2009, quando ficou em 82,2 pontos, e manterá a trajetória declinante iniciada em janeiro deste ano. A média histórica recente do indicador está em 104,9 pontos. 

"O resultado combinaria a persistência na deterioração das avaliações sobre o momento presente com a melhora das expectativas para os meses seguintes - o que não acontecia desde dezembro de 2013", informou a Fundação Getúlio Vargas, em nota oficial. A prévia de agosto demonstra que o Índice da Situação Atual (ISA) recuou 4,0%, para 82,4 pontos. Enquanto isso, o Índice de Expectativas (IE) subiu 1,8%, para 84,4 pontos, na primeira elevação após sete meses de queda.

Capacidade instalada. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria atingiu 83,3% em agosto. O resultado, já livre de influências sazonais, é levemente superior ao apurado no resultado final da sondagem de julho, que foi de 83,2%.

A prévia dos resultados da Sondagem da Indústria abrange a consulta a 802 empresas entre os dias 04 e 18 deste mês. O resultado final da pesquisa referente a agosto será divulgado no próximo dia 27. 

Tudo o que sabemos sobre:
confiançaindústria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.