Confiança da indústria recua de novo em outubro

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), calculado pela Confederação Nacional da Indústria, foi de 62,8 pontos em outubro. É a segunda queda seguida desde agosto, quando o índice havia apresentado leve recuperação em relação a julho, com 64 pontos. Em setembro, o Icei foi de 63,4 pontos, ou seja, 0,6 ponto acima deste mês.

, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2010 | 00h00

A retração chega a 3,1 pontos Quando comparado com o índice de outubro de 2009, de 65,9 pontos. Apesar da queda, a CNI avalia que o otimismo dos empresários "continua elevado" e aproxima-se dos níveis do período anterior à crise econômica, ao redor de 62 pontos. Os resultados do Icei de outubro foram divulgados há pouco pela CNI.

Para o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI, Renato da Fonseca, o movimento de queda do Icei desde fevereiro é natural, aoós o recorde de 68,7 pontos em janeiro. "Geralmente os empresários estão mais otimistas no início do ano, e janeiro último coincidiu ainda com o setor industrial saindo da crise."

Para Fonseca, os empresários apresentaram um reforço do otimismo com o fim da crise financeira mundial, mas depois ajustaram as perspectivas. "O empresário olhava para trás e via a crise, portanto o otimismo era elevado. Mas hoje ele olha para trás e vê que já houve melhoras e o cenário não deverá melhorar tanto."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.