Confiança das construtoras nos EUA renova a máxima

Índice, que atingiu o maior patamar em cinco anos, é o mais recente dos sinais encorajadores para o mercado imobiliário americano

Renan Carreira, da Agência Estado,

18 de junho de 2012 | 12h20

WASHINGTON - A confiança das construtoras de moradias dos Estados Unidos atingiu o maior patamar em cinco anos em junho, renovando essa máxima, no mais recente em uma série de sinais encorajadores para o mercado imobiliário. A Associação Nacional das Construtoras de Casas (NAHB, na sigla em inglês) informou nesta segunda-feira, 18, que o índice de confiança das construtoras subiu para 29 em junho, um ponto acima do verificado no mês anterior e o nível mais alto desde maio de 2007. A leitura de maio deste ano foi revisada para baixo em um ponto, para 28.

A alta "é reflexo da melhora contínua e gradual que estamos observando em muitos mercados imobiliários individuais, já que mais compradores decidem levar vantagem dos baixos preços verificados hoje e das taxas de juro", disse Barry Rutenberg, presidente da NAHB. O resultado deste mês veio acima das expectativas dos economistas ouvidos pela Dow Jones, que esperavam uma leitura de 28.

Uma leitura de 50 significaria que há mais construtoras otimistas do que pessimistas sobre as condições do setor. A última vez em que o dado ficou em território positivo foi em abril de 2006.

Um dos três componentes do índice - condições de vendas atuais - subiu em junho, uma alta de dois pontos. O tráfego de potenciais compradores e as expectativas das construtoras para vendas para os próximos seis meses se mantiveram inalterados.

O índice de junho teve como base uma pesquisa com 337 construtoras. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
confiançaeuamercado imobiliário

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.