Confiança das empresas da Alemanha fica praticamente estável em maio

Índice IFO não foi afetado pela crise da dívida europeia, embora se esperasse aumento para 102 

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

21 de maio de 2010 | 08h31

O índice IFO de confiança das empresas da Alemanha permaneceu estável em maio, não afetado pelos efeitos da crise da dívida da zona do euro uma vez que os exportadores do país esperam se beneficiar com o enfraquecimento do euro, segundo pesquisa realizada pelo instituto germânico de pesquisa econômica.

O índice caiu para 101,5 em maio, de 101,6 em abril. A média das estimativas dos economistas ouvidos pela Dow Jones Newswires era de um aumento para 102.

O índice das expectativas recuou para 103,7 em maio, de 104,0 no mês anterior. O índice das condições atuais apresentou leve alta para 99,4, de 99,3. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhaconfiançaempresasmaio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.