finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Confiança do consumidor britânico cai a -2 em julho

O índice de confiança dos consumidores do Reino Unido caiu para -2 em julho, de +1 em junho, a primeira queda do indicador em seis meses, segundo pesquisa do instituto GfK. O declínio reflete, em grande parte, uma avaliação menos otimista por parte das famílias das perspectivas para a economia nos próximos 12 meses, um período crucial para o atual governo, uma vez que em maio do ano que vem haverá realização de eleições gerais.

AE, Estadão Conteúdo

30 de julho de 2014 | 21h50

No entanto, o nível da confiança do consumidor britânico ainda é o maior dentro dos países que compõem a Comissão Europeia, o que indica que as famílias e empresas do Reino Unido podem ter perdido um pouco do otimismo, mas estão longe de serem completamente pessimistas.

"O aumento quase implacável dos últimos seis meses não poderia continuar indefinidamente e o governo espera que esse seja apena um revés temporário, em vez de um precursor de um declínio mais amplo na confiança dos consumidores", disse o diretor-gerente de pesquisa social na GfK, Nick Lua. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidoconsumidorconfiança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.