Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Confiança do consumidor cai nos Estados Unidos em outubro

Preocupação com o mercado de trabalho tiveram peso determinante na avaliação cautelosa dos consumidores

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

27 de outubro de 2009 | 12h45

O índice de confiança dos consumidores nos Estados Unidos caiu inesperadamente para 47,7 em outubro, de 53,4 em setembro - dado revisado de 53,1 divulgado anteriormente - segundo o Conference Board. Economistas esperavam que o índice ficasse em 53,2. O Conference Board afirmou que as preocupações com o mercado de trabalho tiveram peso determinante nas avaliações mais cautelosas dos consumidores.

 

Veja também:

especialUm ano após auge da crise, economia se recupera

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise

O índice de situação presente, avaliação dos consumidores sobre as condições econômicas atuais, cedeu para 20,7 em outubro, de 23 em setembro - dado revisado de 22,7. O índice de situação presente está no menor nível desde fevereiro de 1983, disse o Conference Board. O índice de expectativa dos consumidores para a atividade econômica nos próximos seis meses caiu para 65,7 em outubro, de 73,7 em setembro - dado revisado de 73,3.

A avaliação dos consumidores sobre o mercado de trabalho esteve mais pessimista em outubro. Segundo o Conference Board, o porcentual dos que acreditam ser difícil encontrar um emprego subiu para 49,6% em outubro, de 47 em setembro; daqueles que acreditam haver grande oferta de emprego caiu para 3,4% em outubro, de 3,6% em setembro. A pesquisa verificou também que os consumidores que esperam aumento na oferta de emprego nos próximos meses caiu para 16,3% em outubro, de 18% em setembro, enquanto aqueles que esperam menor oferta de emprego subiu para 26,6% em outubro, de 22,9% em setembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
consumidorconfiançaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.