Confiança do consumidor dos EUA é a maior desde setembro

Índice atinge 70,8 em junho e retoma nível anterior ao agravamento da crise financeira, em setembro

Nathália Ferreira, da Agência Estado, e Dow Jones,

26 de junho de 2009 | 11h34

dice de confiança do consumidor dos Estados Unidos, medido pela Universidade de Michigan, subiu para 70,8 em junho deste ano, o maior nível desde setembro do ano passado, mês que marcou o início da fase mais turbulenta da crise financeira internacional, após o colapso do banco de investimentos Lehman Brothers. A leitura preliminar do indicador deste mês apontava para o índice a 69 e economistas esperavam que ela fosse mantida. Em maio, o índice de confiança do consumidor norte-americano estava em 68,7.

 

Veja também:

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise 

 

O componente de condições atuais subiu para 73,2 este mês, de 67,7 no mês anterior, enquanto o de expectativas caiu a 69,2, de 69,4 na mesma base de comparação. O índice sobre as expectativas para a inflação em um ano foi para 3,1% em junho, de 2,8% em maio, e o para inflação em cinco anos foi para 3%, de 2,9%, em base mensal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.