Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Confiança do consumidor dos EUA em agosto é a menor em 4 meses

A confiança do consumidor dos Estados Unidos caiu em agosto para a mínima em quatro meses, azedada pelas preocupações com a taxa de desemprego elevada e a renda pessoal fraca, mostrou pesquisa nesta sexta-feira.

REUTERS

28 de agosto de 2009 | 11h26

Levantamento feito pela Reuters e a Universidade de Michigan mostrou que a leitura final da confiança do consumidor em agosto recuou para 65,7, frente a 66,0 em julho.

Esse foi o menor registro desde o patamar de 65,1 visto em abril, mas ficou acima das expectativas de 64,5 e também maior que a leitura preliminar do mês de 63,2.

"A confiança se recuperou no fim de agosto, à medida que os consumidores acreditam cada vez mais na melhora das condições da economia do país, ainda que a avaliação da renda tenha sido a pior desde o início da série em 1946", informou o relatório.

A avaliação das condições econômicas atuais foi a pior desde março, quando as bolsas de valores atingiram as mínimas em 12 anos. O componente caiu para 66,6, frente a 70,5 em julho.

As expectativas de inflação dos consumidores para um ano caíram para 2,8 por cento, ante 2,9 por cento em julho. As expectativas inflacionárias de cinco anos também recuaram para 2,8 por cento, frente a 3,0 por cento.

(Reportagem de Burton Frierson)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUACONFIANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.