Confiança do consumidor dos EUA fecha setembro em máxima de 14 meses, mostra pesquisa

A confiança do consumidor dos Estados Unidos encerrou setembro no nível mais alto em mais de um ano, por um crescente otimismo sobre a economia e uma perspectiva mais favorável sobre a renda futura, mostrou nesta sexta-feira pesquisa da Thomson Reuters/Universidade de Michigan.

REUTERS

26 de setembro de 2014 | 11h12

A leitura final de setembro do índice geral de confiança do consumidor atingiu 84,6, a mais alta desde julho de 2013, ante 82,5 no final de agosto.

A leitura do fim de setembro ficou igual ao número preliminar, e economistas consultados pela Reuters esperavam 84,7.

"O principal fator incentivando a confiança mais alta em setembro foi a perspectiva mais favorável para a economia doméstica, e também expectativas mais favoráveis sobre renda pessoal", disse o diretor da pesquisa, Richard Curtin, em comunicado.

(Por Richard Leong)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUACONFIANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.