Confiança do consumidor dos EUA tem mínima de 6 meses

O sentimento do consumidor dos Estados Unidos recuou para a mínima de seis meses em junho, uma vez que a percepção dos norte-americanos sobre a economia piorou, mostrou a pesquisa Thomson Reuters/Universidade do Michigan nesta sexta-feira.

Reuters

29 de junho de 2012 | 12h18

A leitura final do indicador geral sobre o sentimento do consumidor recuou para 73,2 em junho, ante 79,3 em maio.

Foi o menor nível desde dezembro e ficou aquém da expectativa dos economistas, de que o índice permaneceria no mesmo nível da leitura preliminar de junho de 74,1.

A deterioração nas atitudes dos consumidores deveu-se principalmente às famílias com receita acima de 75 mil dólares, uma vez que o sentimento entre as famílias de receita mais baixa ficou pouco alterado, mostrou a pesquisa.

"Apesar de o nível geral do sentimento do consumidor estar substancialmente acima da mínima do verão passado -o que normalmente indicaria uma desaceleração do crescimento, não uma contração- os planos de compra das famílias de melhor renda também recuaram com força", disse o diretor da pesquisa, Richard Curtin, em comunicado.

A medida geral dos planos de compra para bens duráveis e veículos caiu para 125, ante 132.

Quando questionados sobre as expectativas para a taxa de desemprego, os entrevistados pela pesquisa estavam mais propensos a esperar aumentos do que quedas.

Os consumidores também se mostraram mais propensos a avaliar que as condições econômicas enfraqueceram recentemente, e menos a esperar que elas melhorem no próximo ano.

O índice da pesquisa para condições econômicas atuais caiu de 87,2 para 81,5, enquanto a avaliação das expectativas dos consumidores caiu de 74,3 para 67,8. Ambos os índices estão em seus menores níveis desde dezembro.

A expectativa de inflação em um ano subiu pela primeira vez desde março, para 3,1 por cento ante 3,0 por cento. A perspectiva de inflação de cinco a 10 anos subiu para 2,8 por cento, ante 2,7 por cento.

(Reportagem de Leah Schnurr)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCONFIANCAEUAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.