Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Confiança do consumidor fica estável em abril em SP

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), permaneceu estável em abril (0,1%), passando de 158,2 pontos em março para 158,4 pontos. Mas, na comparação anual, a alta foi de 4,1%, sendo que o indicador em abril do ano passado registrou 152,1 pontos. A escala tem variação de 0 (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total), sendo que otimismo ocorre acima de 100 pontos.

EQUIPE AE, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 18h54

A Fecomercio-SP informou que as pessoas com idade entre 18 e 34 anos estão mais pessimista do que aquelas com 35 anos ou mais. Em abril, o ICC do primeiro grupo registrou queda de 0,9% em comparação com março, enquanto o segundo grupo teve alta de 1,2%. Quando os entrevistados são divididos por renda familiar, aqueles que ganham até 10 salários mínimos tiveram queda de 0,4% no ICC em abril ante março deste ano. Já os que ganham mais de dez salários mínimos são mais pessimistas, com queda de 0,7%.

O Índice de Condições Econômicas Atuais (ICEA), um dos indicadores que compõem o ICC e mede o grau de satisfação do consumidor, apresentou queda de 0,9% em abril, ao passar de 154,5 pontos em março para 153,1 pontos em abril. Na comparação anual, o ICEA registrou alta de 6,6%, subindo de 143,7 pontos em abril de 2010 para 153,1 pontos neste mês. De acordo com nota distribuída pela Fecomercio-SP, o público masculino registrou aumento no otimismo, no cálculo do ICEA, com alta de 2,2%, ao subir de 157,5 pontos em março para 161,1 pontos em abril.

Já o Índice de Expectativa do Consumidor (IEC), que avalia o grau de otimismo do consumidor com relação à evolução da situação econômica em um futuro próximo, permaneceu praticamente estável, com pequena variação positiva de 0,8% em abril, ao subir de 160,6 pontos em março para 161,9 pontos. Na comparação anual, o IEC teve alta de 2,6%, passando de 157,7 pontos em abril do ano passado para 161,9 pontos neste mês. Novamente o público masculino apresentou aumento de confiança com alta de 4,1%, ao atingir 167,2 pontos em abril ante os 160,7 pontos registrados em março.

A Fecomercio-SP ressaltou que o público feminino registrou queda significativa tanto no ICEA quanto no IEC com retração de, respectivamente, 4,2% e 2,3% em abril na comparação com março. Segundo a nota da entidade, na maioria dos casos, as mulheres são responsáveis por controlar o orçamento doméstico e o resultado mostra certo receio em relação ao aumento dos preços dos produtos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.