Confiança do consumidor sobe 5 pontos em dezembro, diz ACSP

O Índice Nacional de Confiança (ACSP/Ipsos), elaborado pela Ipsos Public Affairs para a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), registrou alta de cinco pontos em dezembro, passando de 134 em novembro para 139 em dezembro de 2007. Mas recuou em relação ao mesmo mês do ano passado (141 pontos). Na divisão por regiões, o INC subiu 16 pontos, para 152, no Norte/Centro-Oeste, a área mais otimista. Em seguida está a região Sudeste, que registrou aumento de quatro pontos, passando para 145 no último mês. A região Nordeste registrou 133 pontos em dezembro ante 131 em novembro. A região Sul, considerada a menos otimista nos últimos meses, subiu de 113 pontos em novembro para 119 em dezembro. O INC mostra que 55% da população brasileira acreditam que a situação econômica de sua região para os próximos seis meses vai continuar forte, contra 10% que estimam o contrário. "Na medida em que as pessoas sentem-se seguras em seus empregos e sabem que a maioria à sua volta também está empregada, a conseqüência é um aumento natural da confiança para os meses futuros", afirma o presidente da ACSP, Alencar Burti, em comunicado. O INC indica também uma boa situação para o mercado de eletrodomésticos. Nesse segmento da pesquisa, 44% dos entrevistados disseram estar mais propensos a compras, contra 26% que responderam ser menos favoráveis. Em relação às compras de imóveis e automóveis, a diferença é mínima, 33% responderam ser mais favoráveis e 32% menos favoráveis a essas aquisições. A confiança na manutenção do emprego teve ligeiro aumento de 43% para 44% e a falta da confiança na segurança do emprego subiu de 23% em novembro para 24% em dezembro. O INC resulta de mil entrevistas realizadas em 70 cidades, o que inclui nove regiões metropolitanas brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Brasília, Salvadora, Recife e Fortaleza).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.