Confiança do empresariado aumenta em outubro

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), levantado na última pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em outubro, indica que os investimentos devem intensificar-se nos próximos seis meses. O Índice atingiu 63,8 pontos ante 60,7 no levantamento anterior, feito em julho deste ano.O melhor resultado da série, iniciada em 1998, continua sendo o de janeiro de 2001, quando chegou a 65,3 pontos. "O importante é que o indicador voltou a este patamar", afirmou o coordenador da Unidade de Pesquisa da CNI, Renato Fonseca, lembrando que esses índices chegaram a atingir, em alguns momentos nos últimos três anos, pontuação inferior a 50.A pesquisa é trimestral e o índice varia de zero a 100 pontos. Os valores acima de 50 pontos refletem a confiança do empresariado. Na pesquisa, o empresariado responde sobre sua percepção em relação às condições atuais e em relação a sua expectativa para os próximos seis meses. Em relação à expectativa para o próximo semestre, o índice cresceu de 65,2 pontos em julho para 66,4 em outubro. "Quanto mais próximo de 100, maior vai ser o esforço da indústria para retomada das suas encomendas", explicou Fonseca. Segundo ele, os números mostram que a expectativa é de aumento do ritmo de crescimento da economia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.