Confiança do empresário industrial recua em abril, aponta CNI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), apurado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), recuou 6,1 pontos em abril, para 56,3 ante a pesquisa anterior (62,4), realizada em janeiro. Como os valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes, o recuo mostra que houve deterioração das expectativas de retomada do nível de atividade industrial, mas ainda não se verificou um grau mais agudo de pessimismo."Os empresários continuam confiantes na evolução dos negócios nos próximos seis meses, mas o indicador passou a apontar um recuperação moderada", informa a sondagem, assinada pela Unidade de Política Econômica da CNI. A sondagem de abril revela que, em relação aos próximos seis meses, as expectativas também se mantiveram acima dos 50 pontos, em 61,8 pontos, apesar de uma queda de 5,4 pontos sobre janeiro.De acordo com a CNI, o sentimento dos empresários foi provavelmente afetado pela interrupção da trajetória de corte dos juros básicos da economia, em janeiro e fevereiro. E os novos cortes de 0,25 ponto realizados em março e abril foram considerados tímidos demais. A coleta de dados foi feita entre 29 de março e 19 de abril, com 211 grandes e 10007 pequenas empresas. O informativo destaca, ainda, que "o governo vem passando por dificuldades políticas e de governança, aumentando o grau de incerteza quanto à evolução da economia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.