Confiança do investidor alemão tem queda inesperada em junho

A confiança de analistas e investidores da Alemanha caiu inesperadamente de novo em junho, para o menor nível em cerca de um ano e meio, mostrou pesquisa do instituto ZEW nesta terça-feira, sinal de que o crescimento no segundo trimestre pode enfraquecer.

REUTERS

17 de junho de 2014 | 09h03

Ainda assim, o ZEW informou que a decisão do Banco Central Europeu (BCE) de cortar a taxa de juros e injetar dinheiro na economia da zona do euro parece estar mitigando preocupações sobre o ritmo da recuperação na Alemanha e na zona do euro.

A pesquisa mensal do ZEW sobre confiança econômica caiu pelo sexto mês seguido, para 29,8 em junho, ante 33,1 em maio, frustrando a expectativa em pesquisa da Reuters de alta para 35,0.

"A recente queda nesse índice, junto com o tom mais brando das pesquisas de negócios recentemente, sugerem que a recuperação alemã pode não ganhar muito ritmo a partir daqui", disse a economista da Capital Economics Jennifer McKeown.

A economia da Alemanha cresceu 0,8 por cento no primeiro trimestre, taxa trimestral mais rápida em três anos, devido ao inverno ameno.

Dados recentes mostraram que as exportações, encomendas industrias e produção da Alemanha subiram, mas a mais recente pesquisa do Ifo destacou que a confiança entre as empresas está enfraquecendo.

(Reportagem de Michelle Martin e Harro Ten Wolde)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROALEMANHACONFIANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.