Confiança e expectativas de inflação da zona do euro sobem em maio

A confiança econômica da zona do euro melhorou mais do que o esperado em maio e as expectativas de inflação entre os consumidores e empresas subiram pela primeira vez desde dezembro, mostraram dados da Comissão Europeia nesta quarta-feira.

MARTIN SANTA, Reuters

28 de maio de 2014 | 07h30

A confiança do consumidor subiu entre as maiores economias da zona do euro, com a notável exceção da França, conforme as pessoas se tornaram mais otimistas sobre as perspectivas de trabalho, expectativas de poupança e a situação financeira e econômica geral, disse a Comissão.

Seu índice de confiança econômica mensal para os 18 países que compartilham o euro subiu para 102,7 em maio ante 102,0 em abril. Economistas consultados pela Reuters esperavam alta para 102,2.

As expectativas de inflação dos consumidores para os 12 meses à frente subiram para 9,6 pontos em maio ante 7,5 em abril, revertendo as quedas vistas desde janeiro.

A inflação ao consumidor na zona do euro está no que o Banco Central Europeu chama de "zona de perigo" abaixo de 1 por cento desde outubro, o que cria risco de deflação.

Separadamente, o indicador de clima de negócios da Comissão subiu para 0,37 em maio ante 0,28 em abril, segundo dados revisados.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUROCONFIANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.