coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Confiança na economia cai 1,3% e tem menor nível desde 2005

Em comunicado, FGV informa que indicador retoma a trajetória descendente iniciada em setembro passado

Redação com agências

27 de fevereiro de 2009 | 08h11

A confiança do consumidor brasileiro diminuiu em fevereiro para o menor patamar da série histórica do índice, iniciada em setembro de 2005, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta sexta-feira, 27. A queda foi de 1,4% sobre janeiro, para 94,6 pontos, em uma escala que vai de 0 a 200.   As medidas do emprego De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à criseEm comunicado, a fundação informou que, com o resultado, o indicador retoma a trajetória descendente iniciada em setembro de 2008. Até então o índice apresentava crescimento.Em fevereiro de 2009, houve piora tanto das avaliações sobre a situação presente quanto das expectativas em relação aos meses seguintes. O ICC é dividido em dois indicadores: o Índice de Situação Atual (ISA), que apresentou queda de 0,8% em fevereiro após subir 1,2% em janeiro; e o Índice de Expectativas (IE), que apurou recuo de 1,7% esse mês após avançar 4,1% em janeiro, atingindo também o menor nível da série.Ainda segundo a fundação, o ICC caiu 17,5 % na comparação com fevereiro do ano passado. Em janeiro, o ICC apresentou queda de 14,4% nesse mesmo tipo de comparação.O índice é composto por cinco quesitos da "Sondagem das Expectativas do Consumidor", apurada desde outubro de 2002 (com periodicidade trimestral, até julho de 2004, quando passou a ser mensal). O levantamento abrange amostra de mais de 2.000 domicílios, em sete capitais, com entrevistas entre os dias 2 e 20 de fevereiro. Às 11h a FGV concede coletiva de imprensa sobre o indicador.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROFGVCONFIANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.