Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Confiança na zona do euro sobe à máxima em 10 meses

Índice disparou para 80,6 em agosto, no quinto mês consecutivo de melhora, informa a Comissão Europeia

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

28 de agosto de 2009 | 08h25

A confiança dos consumidores e dos empresários na zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda) melhorou pelo quinto mês seguido em agosto, com o sentimento entre os fornecedores de serviços avançando em consequência de aceleração na atividade. Segundo a pesquisa mensal da Comissão Europeia, o índice de sentimento econômico para a zona do euro disparou para o maior nível em 10 meses, a 80,6 em agosto, de 76 em julho. A alta superou a expectativa dos economistas, que esperavam avanço para 78.  

 

Veja também:

PIB do Reino Unido tem queda de 0,7% no 2º trimestre

A melhora na confiança foi mais evidente entre os fornecedores de serviços, que reportaram relevante aceleração nas condições dos últimos três meses, o que pode se repetir nos próximos três meses. A medida geral do sentimento no setor de serviços subiu para -11 em agosto, o nível mais elevado desde outubro do ano passado, de -18 em julho.

A comissão informou que o índice de confiança no setor industrial subiu para -26 em agosto, de -30 em julho, refletindo aumento nas encomendas, incluindo para exportação. Economistas esperavam que o índice avançasse um pouco menos, para -28. O índice de confiança do consumidor subiu para -22 em agosto, de -23 em julho, entretanto, abaixo da expectativa dos economistas, de que melhoraria para -21. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do euroconfiança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.