Confira as melhores aplicações

O dólar paralelo fechou maio na liderança do ranking de investimentos, acumulando valorização de 2,51% no período. As incertezas em relação à economia americana e as preocupações quanto às dificuldades fiscais da Argentina provocaram o aumento da demanda pela moeda. Já o dólar comercial, que corrige os fundos cambiais, subiu 1,05%. Em segundo lugar no ranking apareceram os Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) para grandes quantias, com rendimento líquido de 1,20%. Todas as aplicações de renda fixa tiveram rentabilidade superior à inflação de 0,31%, medida pelo Índice Geral de Preços de Mercado (IGPM) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Mais uma vez, a caderneta teve a menor rentabilidade do segmento, 0,75%. O investimento em ações foi novamente a pior opção para o aplicador. O Índice Bovespa, que reúne os papéis mais negociados na bolsa paulista, recuou 3,74% no período. No acumulado do ano, o Ibovespa amarga uma perda de 12,49%. Veja abaixo o ranking dos investimentos:Veja o ranking das aplicações em maioAplicaçãoRendimentoDólar black2,51%CDB (acima de R$ 100 mil)1,20%FIFs DI1,18%FIFs Renda fixa1,14%Dólar comercial1,05%CDB (R$ 5 mil)0,97%Ouro0,89%Caderneta0,75%Inflação (IGPM)0,31%Bolsa SP-3,74%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.