Confira as opções de fundos com carência

No Banco do Brasil, a maioria dos fundos da instituição exige carência inicial de 30 ou 60 dias. O banco não reembolsa a CPMF nesses fundos. Quanto maiores o valor da aplicação mínima inicial e o prazo da carência inicial, menor a taxa de administração e maior o rendimento. Se quiser liquidez diária, ou seja, resgatar a partir do primeiro dia de aplicação, o investidor precisa optar pelo BB Fix Diário CPMF, que reembolsa o tributo, mas, como cobra taxa de administração elevada, de 6% ao ano, tem rendimento abaixo dos demais com carência: 4,70% brutos este ano, até maio. No BB Fix 30 (carência inicial de 30 dias), esse rendimento bruto, descontada a CPMF, foi de 5,27% e no BB Fix 60 (carência inicial de 60 dias), de 6,09%. Bradesco O banco mantém três fundos com carência para saque: o FAQ 60, com liquidez diária após 60 dias; o FAQ 90, com saque remunerado apenas a cada 90 dias e reembolso da CPMF; o FAQ Macro 60, com saque remunerado a cada 60 diasA melhor rentabilidade para quem tem R$ 1 mil foi dada este ano, até maio, ao cliente que manteve o dinheiro no FAQ 90 (6,45%). A outra opção, o FAQ 60, pagou rendimento bruto após o desconto da CPMF de 6,17%. A versão diária de renda fixa teve rendimento bruto, após o desconto da CPMF, de 5,97%.Para quem tem mais dinheiro, os fundos com carência no Bradesco rendem ainda mais. Por exemplo, se tiver no mínimo R$ 50 mil, o cliente poderá optar pelo FAQ Macro 60, mas só terá liquidez com rendimento a cada 60 dias. Nesse caso, o rendimento bruto após o desconto da CPMF foi de 7,19% no ano até maio Itaú Na família de DI, o investidor que tiver pelo menos R$ 5 mil poderá optar pelo Prêmio DI 90, com liquidez diária após 90 dias e reembolso da CPMF. O rendimento bruto é de 5,46% em 2000, até maio, diante de 5,07% (já retirada a CPMF) no fundo diário.Vale destacar que nem sempre o reembolso da CPMF significa rendimento mais elevado. Muitas vezes, a vantagem do reembolso é anulada pela cobrança de taxa de administração mais elevada. Banespa No Banespa, quem tem abaixo de R$ 50 mil para aplicar e quiser melhorar a rentabilidade terá de optar por um fundo com carência inicial de 90 dias, porque os fundos diários dão retorno menor. Por exemplo, o FBQ DI 90 Vip, com carência inicial de 90 dias e reembolso da CPMF, rendeu de janeiro a maio 6,52%. A versão diária rendeu bruto com desconto da CPMF 5,91%.Somente quem tem acima de R$ 50 mil vai encontrar no Banespa opções diárias que, mesmo com o desconto da CPMF, são tão ou mais rentáveis que os fundos com carência inicial de 90 dias. No FBQ DI private, com aplicação inicial mínima de R$ 200 mil, o rendimento bruto descontada a CPMF foi de 6,68% de janeiro a maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.