finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Confira as principais novidades da declação do IR 2007

Os contribuintes do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) que tiverem imposto a pagar neste ano, relativo ao ano-base de 2006, poderão estender o parcelamento do débito com o fisco de seis para até oito vezes e permitir que as parcelas tenham desconto automático na conta corrente. E, também pela primeira vez, poderão deduzir do IR despesas com pagamento do INSS a empregado doméstico. Essas são as principais inovações na declaração do IRPF 2007, cujo período de entrega começa nesta quinta-feira, 1º, e vai até 30 de abril. Além disso, a declaração do IRPF 2007 traz outra novidade para os contribuintes: a ficha exclusiva para informações sobre as doações para campanhas eleitorais. A nova ficha é resultado de acordo entre o TSE e a Receita em janeiro de 2006, na esteira da crise política do mensalão. A Receita também exigirá este ano informações mais detalhadas sobre valores recebidos como lucros e dividendos. Veja as principais novidades:- O imposto a pagar pode ser dividido em até oito cotas (antes eram seis). O programa tem uma opção para débito automático em conta corrente a partir da segunda cota. A primeira cota deve ser paga separadamente, até 30 de abril. - É preciso informar o CPF dos dependentes maiores de 21 anos em 31/12/2006. - Será possível deduzir gastos com contribuições previdenciárias referentes a empregados domésticos, no valor máximo de R$ 536,00. - Doações a campanhas eleitorais devem ser informados, com CNPJ, nome do candidato, do partido ou do comitê, e valor da doação. - Lucros e dividendos recebidos pelo declarante e seus dependentes devem ser informados, especificando CPNJ e nome da fonte pagadora.

Agencia Estado,

01 de março de 2007 | 04h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.