Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Confira dicas para controlar gastos neste fim de ano

Pedir desconto ao comprar à vista e anotar todas as compras feitas estão entre as recomendações

Tatiane Matheus, de O Estado de S. Paulo,

20 de dezembro de 2008 | 12h23

Peça desconto e pechinche para pagar 10% a menos em compras à vista. O financiamento da loja pode sair mais caro do que se você adquirisse um empréstimo pessoal no seu banco e pagasse o valor à vista na loja. Nas compras a prazo, conheça todas as condições. Para não perder o controle do orçamento, anote cuidadosamente todas as compras feitas e o número de parcelas que serão pagas em cada mês. Fique atento aos empréstimos vinculados à folha de pagamento.  Veja também:Consumo consciente é parte do espírito natalino  Outro conselho é sempre que emitir cheques pré-datados, tome o cuidado de anotar o valor, o motivo da emissão e a data em que eles serão descontados. Se o seu cheque for apresentado antes da data combinada, você poderá entrar com uma ação contra o estabelecimento pedindo que ele se responsabilize pelos danos causados pela apresentação fora do prazo estabelecido.  Para pagar com cartão de débito, o cuidado maior deve ser com a senha. Não perca de vista o seu cartão. Verifique se o valor da compra está correto. Se houver um erro na cobrança do valor da compra, o funcionário da loja deve estornar imediatamente e entregar o comprovante, guarde o papel para conferir com a fatura.  Compras com cartão de crédito devem ter o mesmo preço que o pago em dinheiro ou cheque. Caso a loja imponha um preço maior, denuncie a um órgão de defesa do consumidor. Ao parcelar a compra no cartão, verifique se a loja oferece parcelamento sem juros. Caso contrário, você deve estar ciente de que os juros serão acrescidos em sua fatura. Evite pagar o valor mínimo da fatura para não cair no crédito rotativo, com elevadas taxas de juros. Mãe, eu quero! Lidar com crianças bombardeadas com propagandas de brinquedos é muito complicado. Mas procure conversar com seu filho. Incentive a criança a doar um brinquedo velho ao receber um novo. Dê livros e brinquedos educativos. Em São Paulo, a Lei Estadual nº 8.124/92 determina que as lojas mantenham amostras de jogos e brinquedos abertos para que possam ser testados.  Confira se o brinquedo precisa de pilhas ou baterias e se é adequado à idade da criança que será presenteada. A embalagem deve conter as informações de composição, as características, as instruções de uso, a faixa etária ou a idade a que se destina, a identificação do fabricante (nome, CNPJ, endereço), o número de peças ou regras de montagem, quando for o caso, as instruções de uso e de montagem (quando for o caso); e o selo de segurança fornecido pelo Inmetro. Embalagens Aproveite papéis e caixas de presentes do anos anteriores. Economize. Seu bolso e o meio ambiente agradecem. Dê preferência a embalagens duradouras ou mais simples e que possam ser reutilizadas. O que não puder reusar, jogue no lixo reciclável. Pague as contas Antes de você se empolgar com o 13.º salário, lembre-se que no início do ano os gastos são maiores. IPVA, IPTU, matrícula e material escolar são apenas alguns exemplos. Guarde uma reserva para pagá-los. Quem já tem contas, deve aproveitar o dinheiro extra para quitá-las. Liste seus sonhos e desejos Escreva em um papel o que você quer para 2009 e faça um planejamento para que possa pensar em como fazer para realizá-los.Ceia Calcule quantas pessoas irão comer, evite o desperdício de comida. Veja se algum convidado tem restrição a algum tipo de alimento. Faça três listas: a primeira dos convidados, outra para avaliar a quantidade de alimentos e bebidas que precisarão ser comprados e a terceira sobre o que precisará ser comprado para pesquisar os valores. Defina a quantia máxima que pretende gastar com a ceia. Guarde adequadamente os alimentos. Prefira frutas, verduras e legumes da estação. Não se esqueça que estamos no verão. Enfeites Prefira as árvores naturais para que possa replantá-las. Reaproveite os enfeites. Não deixe as luzes tanto tempo acesas e tome os devidos cuidados para instalá-las. Pratique a solidariedade Faça um amigo secreto para doar roupas, mantimentos ou material escolar para pessoas carentes. Visite uma instituição de caridade ou um hospital. Há muitos idosos, doentes e crianças que precisam apenas de um pouco de atenção e carinho no Natal. * Consumidores que se sintam prejudicados ou tenham dúvidas referentes às suas relações com empresas podem mandar suas reclamações para a coluna Seus Direitos que sai todas as segundas-feiras no Caderno de Economia do Jornal O Estado de S. Paulo. As queixas devem ser enviadas com assinatura, identificação RG, endereço e telefone. O Estado se reserva o direito de selecioná-las para publicação. Correspondência sem esses dados não será considerada. Todas as reclamações serão enviadas às empresas, que terão 15 dias para responder. O e-mail é consumidor.estado@grupoestado.com.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.